Ínicio / Notícias / Montras do MEC durante o mês de outubro de 2015...
Notícias
15 Outubro 2015

Montras do MEC durante o mês de outubro de 2015

Durante o mês de outubro, as duas exposições patentes nas montras do edifício do Ministério da Educação e Ciência, na Avenida 5 de Outubro, em Lisboa, são da responsabilidade do Museu Nacional do Azulejo (MNAz) e da Direção-Geral de Política do Mar (DGPM).

 

                                                  Museu Nacional do Azulejo

 

 

 

Dando continuidade à política de requalificação de espaços levada a cabo nos últimos anos, o Museu Nacional do Azulejo apresenta dois novos espaços de visita: a Sala de D. Manuel, espaço em parte correspondente ao antigo corpo da Igreja da Madre de Deus, que alberga um imponente conjunto azulejar, atribuído a Manuel dos Santos, com produção ativa entre 1700-1725, e a Sala dos Frontais de Altar.

Presentemente, e até ao dia 15 de novembro de 2015, o Museu Nacional do Azulejo, em parceria com o IADE-U, tem patente a exposição “A Arte Interior. Siza Vieira e o desenho de objetos”. A exposição é composta por mais de uma centena de peças desenhadas pelo arquiteto Siza Vieira, englobando exemplares de cerâmica, vidro, ourivesaria, mobiliário e tapeçaria, com particular destaque para a azulejaria, um dos elementos chave da exposição, e aspeto muitas vezes ignorado da obra do autor, que terá neste espaço um lugar de destaque e a reflexão que merece.

E para convidar à visita do Museu Nacional do Azulejo, apresenta-se, na imagem, a Figura de Convite Masculina, em faiança a azul sobre branco. Consideradas como das produções mais originais do azulejo português, as figuras de convite masculinas e, mais raramente, femininas, personificando criados, soldados ou damas estrategicamente colocadas em patamares, entradas, portas e jardins dos palácios, acolhiam e saudavam os visitantes, à chegada ou à partida, com um gesto ou uma frase. Habitualmente executadas em tamanho natural e de contorno recortado, o que lhes confere uma expressão mais realista, denotam uma grande teatralidade e concedem um caráter cenográfico aos espaços em que se integram.
 

 

 

 

                                                                Direção-Geral de Política do Mar

 


A Direção-Geral de Política do Mar (DGPM) tem por missão desenvolver, avaliar e atualizar a Estratégia Nacional para o Mar (ENM), elaborar e propor a política nacional do mar nas suas diversas vertentes, planear e ordenar o espaço marítimo nos seus diferentes usos e atividades, acompanhar e participar no desenvolvimento da Política Marítima Integrada da União Europeia e promover a cooperação nacional e internacional no âmbito do mar.

Criar as condições para desenvolver, de forma equilibrada, articulada e sustentável, as múltiplas atividades ligadas ao mar, a fim de promover o crescimento económico, a criação de novos empregos e oportunidades, a coesão social e territorial, e a qualidade do ambiente marinho, é o seu objetivo.

Subordinada ao tema “Sobre o Mar”, a exposição deste ano conta com a participação da Direção-Geral de Política do Mar (DGPM), Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM),  Instituto Português do Mar e da Atmosfera, I.P. (IPMA), Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental (EMEPC), DOCAPESCA – Portos e Lotas, S.A., Gabinete de Prevenção e de Investigação de Acidentes Marítimos (GPIAM), FOR-MAR, Centro de Formação Profissional das Pescas e do Mar, e, pela primeira vez, em parceria com a Direção-Geral da Educação do Ministério da Educação e Ciência, o Desporto Escolar, refletindo, deste modo, a multiplicidade de áreas de intervenção e reforçando a importância da identidade marítima.

As Entidades envolvidas não só reconhecem a importância e visibilidade do projeto da DGPM na promoção da sensibilização para a temática “Mar” junto do público em geral, mais especificamente dos jovens, como contribuem para a sua divulgação junto do seu próprio público, através de atividades e projetos.